Como escolher a melhor Hospedagem de Sites para um novo projeto

Todo site precisa de um host. Um host de site é o que dá ao seu site um lugar para hospedar e o torna acessível aos visitantes.

Existem muitas opções diferentes para hospedagem de sites, com uma grande variedade de preços e funcionalidades.

Saber o que você precisa, quais tipos de hospedagem de site estão disponíveis e o que pedir a um host em potencial ajudará você a encontrar um provedor de hospedagem adequado para sua empresa.

As seis principais considerações para escolher uma opção de hospedagem de site são velocidade, segurança, suporte, escalabilidade, preço e tipo de ambiente de hospedagem.

 

Rapidez

Os usuários esperam que seu site seja carregado em 2 segundos. Se demorar mais, é provável que eles saiam.

O Google também usa a velocidade da página como fator de classificação; portanto, o desempenho lento do site pode prejudicar seus rankings de pesquisa e afastar os clientes.

Embora a velocidade do site seja afetada por vários fatores diferentes, ter um provedor de hospedagem na Web com um servidor rápido e capacidade de memória e processamento suficiente para acomodar a velocidade extremamente rápida da página é crucial para todos os negócios.

 

Segurança

Manter seu site seguro deve ser de extrema importância para sua empresa de hospedagem na web.

Os servidores de hospedagem de sites devem estar equipados com firewalls poderosos e devem ser constantemente monitorados pela empresa de hospedagem em busca de atividades incomuns ou invasões não autorizadas.

Sua empresa de hospedagem na web também deve oferecer suporte a certificados SSL (Secure Socket Layer) – uma camada extra de segurança que criptografa as informações que trafegam entre o servidor e o navegador do usuário.

O SSL está se tornando uma prática padrão para todos os sites e é necessário se você vender produtos ou aceitar pagamentos em seu site.

 

Apoio, suporte

Sua empresa possui o know-how tecnológico, os recursos internos e a mão-de-obra para gerenciar um servidor de site, ou você prefere usar uma empresa de hospedagem que pode lidar com tudo isso para você?

Se você deseja que seu host forneça suporte, verifique se eles oferecem monitoramento e suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana, e se estão prontamente acessíveis em caso de interrupção ou outro problema.

 

Escalabilidade

Dê uma olhada no tráfego e no conteúdo atuais do seu site.

Você espera precisar de significativamente mais recursos ao longo do tempo como resultado do maior tráfego de visitantes ou de conteúdo adicional, como galerias de fotos ou vídeos?

Nesse caso, é melhor encontrar um provedor de hospedagem na web que possa acomodar essa expansão, em vez de um que você superará em breve.

 

Preço

A hospedagem de sites pode custar de alguns dólares por mês a milhares por mês, ou pode até ser “gratuita”. Como em tudo, você obtém o que paga.

A hospedagem “gratuita” geralmente é oferecida em troca da empresa de hospedagem que exibe anúncios em seu site ou como um complemento para um pacote de serviços maior.

Um acordo barato de hospedagem na web provavelmente significa que você terá flexibilidade e acesso limitados aos recursos, o que pode levar a problemas de desempenho.

Certifique-se de conhecer seus requisitos de hospedagem na web para não acabar com uma “grande quantidade” que não se encaixa nas suas necessidades de hospedagem na web.

 

Ambiente de Hospedagem na Web

Hospedagem compartilhada geralmente é a opção menos dispendiosa, embora haja vantagens significativas para a economia de custos.

Com hospedagem compartilhada, seu site é hospedado em um servidor junto com outros sites.

Você compartilha o espaço e os recursos com os outros sites no servidor.

Portanto, se outro site em seu servidor sofrer um grande aumento no tráfego de visitantes, o desempenho do site poderá sofrer como resultado – as páginas podem ser mais lentas para carregar ou o site pode ficar totalmente inacessível, dando aos visitantes em potencial uma mensagem de erro quando tentarem acessá-lo.

Além disso, a hospedagem compartilhada pode representar riscos de segurança.

O próximo nível na hospedagem na Web é a hospedagem de servidor virtual privado (VPS), que é um servidor dedicado simulado em execução com outros sites VPS em um único servidor.

Um site VPS possui sua própria parte dedicada de um servidor, portanto, o desempenho de cada site não é afetado por nenhuma alteração de tráfego nos outros e há menos riscos de segurança, pois cada site é bloqueado.

Além de mais recursos, a hospedagem VPS também oferece mais controle sobre o ambiente de hospedagem.

Com um servidor dedicado para hospedagem de sites, você tem um único servidor executando apenas o seu site – todo o espaço de armazenamento e recursos estão disponíveis apenas para o seu site e você pode controlar como o servidor é usado.

Uma empresa com uma equipe de TI forte pode optar por ter seu próprio servidor dedicado no local.

Nesses casos, a empresa é a única responsável por gerenciar o servidor, incluindo lidar com problemas e interrupções e instalar e manter firewalls, atualizações e outras segurança.

A outra opção para hospedagem dedicada é a hospedagem gerenciada, onde a empresa proprietária do site aluga um servidor dedicado completo de um provedor de hospedagem que cuida de toda a segurança e manutenção do servidor.

Os servidores de hospedagem em nuvem são executados em uma nuvem pública gigante, como Amazon Web Services (AWS) ou Microsoft Azure, que combina o poder de computação de centenas de servidores físicos.

Como a hospedagem na nuvem não se limita a um único servidor, você pode escalar perfeitamente adicionando mais espaço sem precisar trocar de provedor de hospedagem ou reconfigurar, e você paga apenas pelos recursos que usa.

A hospedagem em nuvem também maximiza o tempo de atividade do seu site, porque você nunca precisa se preocupar com a queda de um servidor.

Se um servidor na nuvem sofre uma interrupção, os outros ficam com folga para que não haja interrupção do serviço.

 

Independentemente do tipo de servidor que você escolher, não deixe de perguntar aos provedores de hospedagem na Web em potencial 7 perguntas:

Serei preso em um contrato? Se sim, quais são os termos? Algumas empresas de hospedagem de sites são pagas conforme o uso, permitindo que você saia a qualquer momento.

Outros o prendem a um contrato a uma taxa inicial baixa que aumenta significativamente na hora de renovar seu contrato. Certifique-se de saber o que está se inscrevendo.

Que tipo de suporte você oferece? Se você tiver algum problema com o seu site, precisará contar com assistência imediata a qualquer hora do dia ou da noite.

Pergunte às possíveis empresas de hospedagem na web se elas oferecem suporte 24/7, como você pode acessá-lo (telefone, email, chat ao vivo, ticket de suporte) e qual é o tempo médio de resposta.

Que tipo de segurança está incluída no plano de hospedagem? Um bom provedor de hospedagem na web será equipado com um firewall poderoso, terá as versões mais recentes do software antivírus e oferecerá monitoramento constante, atualizações e patches automáticos e detecção e remoção de malware.

Com que frequência você executa backups? Se você perder dados no seu site, deseja um provedor de hospedagem que possa ajudá-lo na recuperação.

Procure uma empresa de hospedagem de sites que ofereça backups diários seguros e que o ajudem a restaurar o site a partir de arquivos de backup, no caso de arquivos corrompidos ou perdidos.

Qual é a sua classificação de tempo de atividade? Obviamente, você deseja que seu site experimente o mínimo tempo de inatividade possível.

A classificação de tempo de atividade ou de um provedor de hospedagem na web informará a confiabilidade do servidor.

Procure uma classificação de tempo de atividade de pelo menos 99,5%.

Posso atualizar meu plano de hospedagem? A menos que você tenha certeza de que o tráfego do site permanecerá em um nível consistente, verifique quais são suas opções se você precisar de um plano de hospedagem na Web mais robusto.

Quais são as restrições ou limitações de hospedagem? Antes de se comprometer com um provedor de hospedagem, você precisa saber o que poderá fazer e o que não fará.

Pergunte sobre quaisquer limites ao plano de hospedagem do provedor, como número de domínios, transferência de arquivos, uso de recursos, etc.